EMBAJADA DE BRASIL EN VENEZUELA CONSULADO DE BRASIL EN VENEZUELA REGISTRO DE USUARIOS
Lunes 16 de Octubre de 2017
06:05 pm
Noticias / NoticiasBrasil
Adeus Naná Vasconcelos, mito brasileiro da percussão
Percussionista, que gravou com Miles Davis tocando berimbau, morreu de câncer em Recife aos 71 anos
Morreu nesta quarta-feira, 9 de março, o percussionistaNaná Vasconcelos, aos 71 anos, vítima de um câncer no pulmão. O músico pernambucano estava internado na UTI desde a semana passada em um hospital do Recife, onde sofreu por volta de 8h uma parada respiratória após complicações da doença.

Depois de diagnosticar o câncer em 2015, Naná fez pesados tratamentos de radioterapia e de quimioterapia. Depois das primeiras sessões, gravou um vídeo com uma mensagem poética sobre seu estado de saúde: 

Estou com a cabeça plena de vida
O pensamento cheio de músicas
Mântricas, místicas
Popular, erudita
E uma imensa corrente
De miscigenação, de fé
Que vem de diferentes ramificações religiosas
Do bem, para o bem
Amém
Amei

Poesia era o que o Juvenal de Holanda Vasconcelos – apelidado de “Naná” pela avó – fazia. Com sua morte, o mundo se despede de um mito brasileiro da percussão, reconhecido internacionalmente como um dos maiores do jazz. Ele gravou com ícones do gênero, incluindo Miles Davis, Art Blakey, Tony Williams, Don Cherry e Oliver Nelson. O melhor? Usava instrumentos de percussão puramente nacionais, como o berimbau e a queixada de burro. “Eu e Airton Moreira, outro percussionista, introduzimos a percussão no jazz, que não tinha. Tinha o latin jazz. Quando nós, brasileiros, entramos na roda, bagunçou todo o coreto. Era pinico, caçarola, apito, grito... Isso mudou. Todo mundo queria os'brazilian boys”, relatou ao Diário de Pernambuco.

No Brasil, são incontáveis os seus trabalhos de peso. No começo da carreira, tocou em apresentações de Gilberto Gil e Gal Costa. Mais adiante, no Rio de Janeiro, gravou dois discos com Milton Nascimento. Participou também de álbuns de Caetano Veloso, Marisa Monte e Mundo Livre S/A.

Leia mais: http://ow.ly/Zx2Wm 

+NoticiasICB +NoticiasBrasil
Desde este 30 de agosto retorna el séptimo arte al ICBV
Comienza a estudiar la lengua que hablan 240 millones de personas en el mundo
David Peña, en la guitarra siete cuerdas, y Pedro Marín, en el bandolín, interpretarán un repertorio de raíz carioca el próximo domingo, 27 de agosto
El lugar, en el centro de Río de Janeiro, fue el puerto de entrada de esclavos africanos más importante de Latinoamérica
"Alma e Coração" foi escrita originalmente por Léo da Baixada em parceria com Victor Reis e Rodrigo Marques
6ta Transversal
con Avenida San Juan Bosco,
Quinta 65.
Caracas - Venezuela.
Telf: +58 (212) 266-1476
266-4302 / 339-5295
Todos los derechos reservados. Instituto Cultural Brasil Venezuela
RIF: J-30212800-5
Correos Electrónicos:
Instituto:
Dirección:
Cursos:
Administración:
Coordinación Pedagógica: coordinacionpedagogica@icbv.org.ve
Coordinación de Programación: programacion@icbv.org.ve
Coordinación de Comunicaciones: comunicaciones@icbv.org.ve
Biblioteca: